Notícias Recentes

Como evitar intrusões em uma casa de temporada??

foto da matéria
14/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Além das atitudes preventivas, sistemas de segurança ajudam a proteger imóveis nas praias e no interior do estado

 

Nos períodos de férias e feriados, as casas de temporadas são ótimas opções de lazer nas cidades de praia e balneários do Estado. No entanto, os proprietários devem estar atentos para o aumento da incidência de intrusões nestes períodos.

 

Segundo Robson Firmino, gerente da filial da Máxima Segurança em Salinas, isso acontece porque a movimentação nos imóveis pode atrair a atenção de criminosos que procuram a oportunidade de roubar itens de valor trazidos pelos visitantes. “Por isso, os sistemas de segurança são recomendados para proteger o imóvel quando o cliente está ausente e também nos dias em que o local está ocupado”, explica.

 

Para garantir uma cobertura completa do perímetro, o sistema integrado de alarmes e cerca elétrica é uma boa opção, pois assim é possível realizar o acompanhamento remoto do imóvel, através de um aplicativo. E em caso de falta de energia, ambos não são desligados.

 

“As câmeras também podem ser monitoradas à distância, de qualquer lugar do mundo, se a casa possuir internet wi-fi”, conta Robson. No caso de disparos no alarme, o alerta chega à central de monitoramento, que recupera as imagens em tempo real e confirma se há um problema para assim tomar as medidas necessárias, como o acionamento da polícia.

 

Outro serviço oferecido pela Máxima Segurança é a ronda preventiva, que é intensificada nos períodos em que os visitantes estão no imóvel. “Isso traz mais tranquilidade quando as pessoas entram e saem da residência”, afirma o gerente.

 

Ao lado dos sistemas de segurança, confira a seguir outras formas de prevenção contra intrusões, nos momentos que a casa de temporada está vazia.

 

1. Mantenha as cortinas fechadas para dificultar a visão do interior do imóvel.

 

2. Comunique vizinhos de confiança de que a casa está desocupada e peça para que estejam atentos a movimentações estranhas ao redor do imóvel e barulhos vindos dele.

 

3. Instale um sistema automático de acendimento de luzes e reforce, se possível, a iluminação ao redor da residência.

 

4. Se tiver telefone fixo, ative o redirecionamento de chamadas para um celular, evitando que o telefone toque sem parar.

 

Leia a matéria na íntegra aqui.

Serviços de vigilância e segurança eletrônica: vale a pena investir?

foto da matéria
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Saiba as diferenças entre as duas propostas e o que é melhor quando o assunto é prevenção e proteção da sua casa

 

Na hora de escolher a melhor solução para proteger o seu patrimônio e o bem-estar de moradores e funcionários, os proprietários de imóveis costumam ter dúvidas sobre as especificidades dos serviços de segurança e qual opção é mais indicada. Isso porque o risco associado à criminalidade pode variar em cada local e a necessidade de contar com essa proteção se tornar mais importante.

 

Estes serviços são comumente divididos em dois tipos: vigilância (ou segurança armada) e segurança eletrônica. Conheça a seguir as diferenças:

 

Serviço de vigilância

 

Pode contar com a vigilância desarmada ou armada. No último caso, deve seguir algumas diretrizes legais, pois envolve vigilantes portando armas de fogo. Esses profissionais devem possuir licenças para porte de armas e treinamentos para lidar com todo tipo de situação sem colocar em risco a integridade física das pessoas ao redor.

 

A segurança armada é geralmente recomendada para proteger ativos de alto valor que têm maior potencial de atrair a atenção de criminosos. Além da arma, os vigilantes geralmente usam coletes à prova de balas e um uniforme para permitir sua identificação. Neste tipo de solução de segurança, a capacitação dos vigilantes e o profissionalismo da empresa responsável devem ser extremamente altos. Caso contrário, a proteção do imóvel e das pessoas poderá ficar comprometida.

 

Outras desvantagens associadas a essa opção de segurança são o risco de uma troca de tiros durante uma ocorrência, que pode colocar em perigo todos os que estão próximos ao local, assim como o risco do roubo de armas, que também é um problema frequentemente enfrentado por vigilantes armados.

 

Segurança eletrônica

 

A segurança eletrônica prevê o uso da tecnologia para evitar furtos e invasões, por meio de sistemas de monitoramento que funcionam 24h por dia e são ligados a centrais de monitoramento. Nesse caso, as atividades suspeitas e ocorrências são registradas por equipes de prontidão e imediatamente reportadas para as autoridades.

 

As principais vantagens dessa opção são o alto nível de controle de acesso ao seu imóvel, através de biometria, portaria eletrônica, sistemas de alarme, cerca elétrica, entre outros dispositivos, e o acompanhamento contínuo e remoto em tempo real que o proprietário pode ter, por meio de aplicativos e o contato com a central de monitoramento.

 

Com o auxílio de um circuito fechado de TV (CFTV) os ambientes internos e externos podem ser vigiados, possibilitando maior controle sobre a rotina da casa.

 

Estas características fazem da segurança eletrônica a opção mais viável e que oferece menos riscos à integridade de moradores e transeuntes durante uma tentativa de invasão ou outro tipo de sinistro, por não envolver armas de fogo.

 

A Máxima Segurança, empresa que atua no mercado de monitoramento de bens móveis e imóveis, oferece serviços e produtos inteligentes de segurança eletrônica que garantem ao usuário um alto controle sobre o seu patrimônio. Unindo a tecnologia com a expertise de profissionais capacitados, estes serviços que podem ser contratados isoladamente ou em conjunto.

 

Acesse o site da Máxima Segurança e conheça as alternativas para proteger seu imóvel.

Entenda como a segurança eletrônica aumenta a proteção de imóveis

foto da matéria
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Ligados a centrais de monitoramento, os sistemas de segurança acionam protocolos rápidos no caso de emergência

 

A tecnologia tem se aperfeiçoado para aumentar a segurança e privacidade da população em diversas frentes. Os aplicativos de autenticação para uso seguro de dados pessoais e bancários são exemplos de recursos que têm dado mais tranquilidade ao cidadão.

 

No caso da segurança patrimonial não é diferente. Os cadeados e a vigilância humana têm ganhado reforço dos sistemas de segurança eletrônica, que funcionam 24h por dia para monitorar perímetros, alertar para intrusões e outros riscos a casas e empresas.

 

A Máxima Segurança, empresa que atua no mercado de monitoramento de bens móveis e imóveis, investe em serviços e produtos inteligentes que garantem ao usuário um alto controle sobre a segurança de seu patrimônio.

 

Um deles é a cerca elétrica, que atua na proteção do perímetro de casas, condomínios e empresas. Em conjunto com os recursos de alarme monitorado e sensores de detecção de presença, esse sistema notifica imediatamente a central de monitoramento da empresa no caso de intrusões. Neste momento, entram em vigor os protocolos de ação, que passam pela confirmação do sinistro e tomada de decisão rápida, com o acionamento das autoridades.

 

No monitoramento por vídeo, outro serviço que usa a tecnologia a favor da segurança, a central pode acompanhar as imagens do local em tempo real, se o alarme foi disparado.

 

Já para um acompanhamento diário do que acontece no interior da residência ou da empresa, o cliente tem como opção o sistema de circuito fechado de TV, que permite a observação das imagens em tempo real e em HD, via aplicativo.

 

A Máxima Segurança tem sede em Belém e filiais em Ananindeua, Castanhal, Salinas e Mosqueiro, disponibilizando serviços para imóveis residenciais, empresas e casas de temporada.

 

Confira a matéria na íntegra aqui.

Máxima Segurança oferece equipamentos para proteção residencial 24h

foto da matéria
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Produtos e serviços ligam os imóveis à central de monitoramento, que é acionada em caso de ocorrências

 

Aumentar a segurança de imóveis residenciais e empresariais é um fator cada vez mais buscado por proprietários, seja nas grandes cidades, no interior ou em áreas litorâneas.

 

As estatísticas mostram que as intrusões a imóveis, menos frequentes no primeiro ano da pandemia da covid-19, têm crescido novamente, possivelmente pelo retorno do estudo, trabalho e outras atividades presenciais que deixam as pessoas fora das suas casas durante boa parte do dia.

 

Unindo a tecnologia com a expertise de profissionais capacitados na área da segurança patrimonial, a Máxima Segurança possui um vasto portfólio de produtos e serviços que podem ser contratados isoladamente ou em conjunto.

 

A empresa tem sede em Belém e unidades em Ananindeua, Castanhal, Salinas e Mosqueiro, disponibilizando serviços para imóveis residenciais, empresas, condomínios e casas de temporada.  

 

Um dos produtos mais adquiridos para ampliar a proteção de imóveis 24h é a cerca elétrica. Junto com o alarme monitorado e sensores de detecção de presença, esse sistema notifica a central de monitoramento da Máxima no caso de ocorrências. Por sua vez, a equipe coloca em prática protocolos de ação, que passam pela confirmação do evento e tomada de decisão rápida, como o acionamento das autoridades.

 

A Máxima Segurança tem mais de 5 mil clientes ativos no Pará. Segundo William Moura, consultor da unidade de Ananindeua, entre as pessoas que moram em apartamentos o produto mais adquirido é o circuito fechado de TV. “Ele permite que o cliente tenha acesso às imagens internas, para monitorar a pessoa que cuida dos seus filhos ou qualquer pessoa estranha que esteja na residência fazendo algum serviço esporádico, por exemplo”, explica.

 

Tranquilidade após o susto

 

Após um evento em sua casa, a professora aposentada Maria Antônia Santana, de 85 anos, recorreu à Máxima Segurança para voltar a se sentir tranquila.

 

Com o episódio, ela procurou a Máxima para reforçar a segurança da residência com a cerca elétrica e o sistema de alarme monitorado. O bom atendimento e o suporte constante deram tranquilidade para seguir a vida.

 

“Logo depois do acontecido, eu saí da minha casa, pois não conseguia dormir aqui. Agora, eu ligo o alarme de noite e eu me deito tranquila. No Carnaval, fiz uma viagem a Salvador e estava despreocupada pois sabia que a casa estava protegida”, conclui Maria Antônia.

 

Confira a matéria na íntegra aqui.

Casas de veraneio precisam de proteção extra

foto da matéria
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Veja como reforçar a segurança dos imóveis fora da alta temporada

 

São muitas as vantagens de ter uma casa de veraneio para aquele momento de descanso com a família e os amigos. Entre elas, a comodidade e a privacidade que um imóvel próprio proporciona.

 

Mas junto com esses benefícios vêm também responsabilidades, custos e riscos, principalmente relacionados à segurança da casa nos meses de baixa temporada. Nestes períodos, aumenta a incidência de intrusões, e o que seria uma fonte de lazer pode se transformar em fonte de preocupação e despesas não previstas.

 

Além de alguns cuidados preventivos, como manter cortinas fechadas e avisar vizinhos de confiança, a tecnologia tem sido uma grande aliada para os proprietários de imóveis que querem cuidar do seu patrimônio. Felipe Lopes, consultor da Máxima Segurança, empresa que atua no mercado de monitoramento de bens móveis e imóveis, conta que algumas pessoas estão dispensando a presença de caseiros para aderir aos sistemas de segurança.

 

“Comparando as duas opções se vê que o custo dos sistemas automáticos é menor, pois com uma pessoa contratada além do salário você tem os encargos trabalhistas. Além disso a tecnologia acaba sendo mais eficaz para a prevenção, pois o monitoramento é realizado 24h por dia”, explica.

 

O consultor Felipe Lopes afirma que é sempre bom contar com uma empresa de segurança que tenha filial no município do imóvel, pois o deslocamento da equipe em caso de ocorrências é mais rápido.

 

Com sede em Belém e filiais em Ananindeua, Castanhal, Salinas e Mosqueiro, a Máxima Segurança conta com alguns serviços e produtos direcionados para monitorar imóveis em grandes centros urbanos e cidades de praia.

 

Um deles é a cerca elétrica, que atua na proteção do perímetro de casas, condomínios e empresas, contando com a instalação do equipamento, monitoramento e suporte técnico 24h por dia.

 

Outra opção ideal para os períodos de baixa temporada é a ronda preventiva, na qual a equipe de vigilância realiza rondas perto do imóvel duas vezes ao dia em horários alternados.

 

“Também oferecemos o alarme monitorado, que garante a segurança através de sensores de detecção de presença notificando a central de monitoramento, que avalia o risco e toma as medidas necessárias, além do monitoramento por vídeo, onde a central pode acompanhar as imagens do local em tempo real, se o alarme foi disparado”, acrescenta Felipe.

 

Confira essa matéria na íntegra aqui.

Entenda como deixar a casa mais segura para bebês e crianças

foto da matéria
25/03/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Acidentes domésticos e situações de maus-tratos podem ser evitados com a instalação de um bom sistema de segurança

 

Estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) apontam que os acidentes domésticos são a principal causa de mortes de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. Por isso, é cada vez mais importante que os pais ou responsáveis fiquem atentos às situações que ocorrem com os bebês e crianças, principalmente quando os pequenos ficam sozinhos em casa.

 

Segundo o consultor de segurança da empresa Máxima, Felipe Santiago Lopes, as principais ocorrências com os meninos e meninas são: maus-tratos, acidentes domésticos, intoxicação alimentar e quedas. Portanto, é essencial realizar mudanças na estrutura da residência, na rotina da família e investir em dispositivos de segurança para coibir situações de violência.

 

“Deixar as crianças menos tempo sozinhas diminui consideravelmente os riscos de acidentes domésticos e casos de agressão. Já a tecnologia, serve para ajudar os pais a terem um maior controle sobre tudo que acontece com os seus filhos em casa”, explica o profissional.

 

Monitoramento

 

Ainda de acordo com o consultor, com um bom circuito interno de câmeras é possível acessar as imagens de qualquer lugar, via aplicativo. Além disso, elas ficam gravadas no equipamento, o que proporciona mais tranquilidade aos pais. “O fato de ter câmeras em casa já inibe também uma eventual ocorrência”, afirma Felipe Santiago.

 

Para o profissional de segurança, os pais também precisam selecionar muito bem as babás e secretárias do lar para evitar surpresas desagradáveis.

 

Leia a matéria na íntegra aqui.

Veja 6 dicas para evitar que seu carro seja roubado

foto da matéria
25/03/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Alguns cuidados básicos podem proteger seu patrimônio, seja estacionado ou em movimento

 

O arrombamento ou roubo de carros é um crime comum nas grandes cidades. Hoje, nem mesmo os alarmes instalados nos veículos estão inibindo a ação dos criminosos e as estatísticas apontam que a crise econômica vinda com a pandemia da covid-19 tem tornado cada vez mais frequente esse tipo de ocorrência.

 

Se no passado os pertences no interior do veículo e o próprio carro eram as principais motivações dos arrombamentos, agora os motoristas também devem estar atentos para os arrastões e roubos de celulares durante engarrafamentos. A intenção nestes casos é capturar aparelhos destravados para acessar aplicativos de redes sociais e contas de banco da vítima.

 

Tamires Soares, gestora de rastreamento da Máxima Segurança, empresa que atua no mercado de monitoramento de bens móveis e imóveis, destaca alguns cuidados que o motorista deve ter ao deixar seu carro estacionado. São elas:

 

1. Não estacionar em local soturno e com pouca iluminação;

2. Não deixar objetos de valor à mostra;

3. Ao fechar o veículo, se certificar se realmente está travado.

 

“Hoje dispomos da tecnologia do aplicativo, onde o proprietário tem a opção de habilitar uma espécie de ‘cerca eletrônica’ com um raio do qual seu veículo não pode sair naquele momento. Isso pode ser usado em carros, motos e até lanchas”, explica Tamires.

 

No caso do aplicativo, se o veículo for movido da localização delimitada, a central de atendimento da empresa recebe um alerta e o cliente é avisado para autorizar a movimentação ou acionar a polícia.

 

Quando estiver dirigindo, as orientações de segurança são:

 

1. Ficar atento a qualquer movimentação suspeita ao redor do veículo;

2. Observar se está sendo seguido;

3. Ao chegar ao destino, verificar se há algum desconhecido por perto na hora de estacionar.

 

Outro recurso para aumentar a segurança do motorista é o botão de pânico, que pode ser acionado para emitir um alerta para a central de monitoramento em uma situação de perigo. Neste caso, a empresa toma as medidas necessárias para cada situação, como acompanhamento do cliente, acionamento da polícia ou resgate do veículo.

 

“Acredito que a maior vantagem de ter um serviço de segurança eletrônica 24h por dia, além da prevenção, é ter uma equipe que tome as decisões necessárias antes que ocorra o pior”, afirma Tamires, que acrescenta a importância do suporte presencial que só uma empresa local pode prestar.

 

Confira a matéria na íntegra aqui.

Textos mais lidos

imagem do post
14/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Como evitar intrusões em uma casa de temporada??

Além das atitudes preventivas, sistemas de segurança ajudam a proteger imóveis nas praias e no interior d... Leia mais...

imagem do post
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Serviços de vigilância e segurança eletrônica: vale a pena investir?

Saiba as diferenças entre as duas propostas e o que é melhor quando o assunto é prevenção e... Leia mais...

imagem do post
13/04/2022 O Liberal - conteúdo patrocinado.

Entenda como a segurança eletrônica aumenta a proteção de imóveis

Ligados a centrais de monitoramento, os sistemas de segurança acionam protocolos rápidos no caso de emergê... Leia mais...

Comentários dos leitores

Inscreva-se para receber as novidades

Contéudos informativos feitos para você